Perfil dos arquitetos

  • Gustavo Mello
  • Eu digo que o curso de arquitetura me escolheu, pois após iniciar o curso na USP me apaixonei pela profissão e compreendi que fora feito para ela, pois possuía qualidades que me identificavam com a mesma, a criatividade, ser o desenhista da família, a desenvoltura que tinha na área de humanas, a curiosidade por saber a história e os conceitos que justificavam a existência de cada coisa e a vivência e prazer que demonstrava no mundo das artes.
  • A faculdade serviu para fomentar o arquiteto que sou hoje no tocante aos conceitos que utilizo na criação de cada trabalho, pois tive excelentes professores que me mostraram e me ensinaram o que é arquitetura e como pensá-la e questioná-la para cada desafio e situação.
  • Os trabalhos após a conclusão do curso serviram para estabelecer minha base de conhecimento do afazer diário do arquiteto e após trabalhar com arquitetos renomados e em cargos importantes, como a chefia da equipe que projetou o Campus II da USP de São Carlos, abri meu próprio escritório, primeiramente, na cidade de Jundiaí e depois na de São Paulo também.
  • Meus trabalhos, durante o tempo que possuo meu próprio escritório, são nas mais diversas áreas em projetos residenciais, comerciais, institucionais e de interiores.
  • No tocante à arquitetura que realizo e na qual me realizo é a moderna que pode ser percebida ao se observar meus trabalhos que procuram a síntese entre o estético e funcional, entre o uso e a contemplação, entre o ser e estar. Não faço imensos blocos herméticos e quadrados, mas busco entreter o usuário e o observador por meio de surpresas, equilíbrio e composição intercalando os volumes com diferentes pesos, transparência e opacidade e permitindo que o terreno e o entorno contribuam para ressaltar o edifício que está sendo construído no local.
  • Joanna Condini
  • Nunca tive dúvidas sobre a profissão que eu gostaria de cursar na faculdade. Desde criança sempre falava em ser arquiteta. Sempre gostei de desenhar, pintar e fazer artesanatos, e foi na adolescência que fui atrás de estudar em um curso de desenho arquitetônico para confirmar se era essa a profissão que eu gostaria de exercer no resto da minha vida.
  • Durante a faculdade, sempre tentei me atualizar de acordo com o que o mercado exigia. Fiz vários cursos de softwares focados na área de arquitetura e design, com ênfase naqueles específicos para modelagem em 3d. A ideia era poder um dia mostrar aos meus futuros clientes imagens que eles pudessem entender e se identificar.
  • Me formei na Belas Artes de São Paulo e foi no primeiro estágio que veio a confirmação do que já sabia, que a arquitetura era realmente o que eu queria. A liberdade de criar espaços, modular, desenvolver um projeto e proporcionar para um cliente a satisfação com o resultado de meu trabalho foram a confirmação de que eu estava no caminho certo.
  • Trabalho no setor desde 2007 atuando na área de arquitetura e interiores. Em 2012 me tornei sócia do arquiteto Gustavo Mello e formamos uma parceria em nossos projetos, onde meu foco principal é o design de interiores.
  • Ter um diploma de arquitetura e urbanismo e ajudar as pessoas a realizar um sonho, é a maior felicidade que um profissional pode ter. Desenvolver um projeto e ser avaliada por um cliente é sempre um desafio, uma vez que cada projeto tem uma identidade diferente, sempre com o perfil de cada cliente, porém ver a felicidade nos olhos do clientes quando apresentamos nossos trabalhos é uma sensação muito boa.